terça-feira, 15 de novembro de 2016

Título de Cidadão Natalense ao Mestre Irani

Aconteceu no dia 14/11/2016 a entrega do Título de Cidadão Natalense ao grande Mestre Irani, por toda sua entrega e trabalho realizado com a capoeira em todas as zonas administrativas de Natal. A solenidade ocorreu na igreja católica de Nova Descoberta, onde estiveram presente diversas autoridades do poder legislativo natalense.
Aqui quero deixa minha singela homenagem ao Irani Martins Dantas, um ser humano iluminado e de grande coração que durante muitos anos fez e ainda faz parte de minha historia, tantas coisas vividas nesse meio ingrato e tão grato da nossa capoeiragem, ontem eu não pude me fazer presente nessa homenagem pois ando atribulado nessa reta final do meu curso, mas quero que saiba que torço pelo senhor, vibro com suas conquistas e me emociono cada vez que o seu nome é reconhecido nos mais diversos segmentos de nossa sociedade. Seu trabalho já está consolidado há muitos anos, creio que o o Mestre Irani tenha sido o primeiro capoeirista de nossa cidade a receber essa honraria tão bem dada, certamente mais um reconhecimento de todo o serviço prestado a nossa cidade, Mestre Irani eu estou orgulhoso desse seu momento mesmo distante estou orgulhoso disso.

Diploma de Cidadão Natalense.

Durante a cerimonia.


Ao lado do Prefeito de Natal
  
Essa pessoa de camisa amarela fez parte de muitos momentos de minha vida, na ausência do meu pai foi a ele a quem recorri e melhor pai eu não poderia ter tido, me aconselhou sempre buscando meu bem, brigou comigo sempre buscando meu bem, eu cresci, e senti a necessidade de expandir meus horizontes e ainda sim ele de uma forma ou de outra está presente no que faço, seja em algo que esteja fazendo, seja em algo que esteja falando e mesmo em algo que esteja pensando tem algo do Mestre em mim, e isso faz com que eu seja um crítico dele e ele sabe, porém minhas críticas são sempre para que haja melhorias, enfim Mestre se o senhor ler isso quero que saiba que estarei sempre perto mesmo estando ausente, quero que saiba que não preciso colocar nas mídias sociais a palavra "Meu" pois não sou um desse hipócritas, quero que o senhor seja Mestre para todo o mundo seria muito egoismo de minha parte querer o senhor como "Meu", o meu nunca deve prevalecer em detrimento do nosso Mestre Irani. Que venham muitas e muitas outras conquistas como essa.   

sábado, 5 de novembro de 2016

Roda na escola ED/HC


Roda de capoeira para as escolas ED/HC onde podemos levar um pouco do nosso conhecimento a mais de 150 alunos, e melhor ainda poder contar com a presença do Mestre Irani, também fizemos uma apresentação de maculelê.
A capoeira já me deu muita coisa e também já me tirou muita coisa, mas tem algo que a capoeira me deu e que nada e nem ninguém me tira que é os ensinamentos das rodas isso não se aprende na escola, nas ruas e nem nas universidades quero aqui expressar minha gratidão aos amigos que me ajudam nessas ações que agente realiza dia apos dia.
Nesse dia estavam presentes o meu mestre Irani, professor aranha, instrutor Pequinês, monitor Alicate e Alan (CBV), aos alunos graduados Ganga Zumba e Jonas.

Energia estava forte

Apresentação de capoeira

   

sábado, 10 de setembro de 2016

Festival de Capoeira UNI-RN

Cartaz oficial do evento

Olá amigos leitores, esse mês faz um ano de um dos meus atos de loucuras pela capoeira, realizar um Festival de Capoeira, com a presença da velha guarda da capoeiragem de Natal, Mestres Marcos, Índio, Irani, Robson, Bocão, Álcio, Vitor, Magão, Wilson, Enock dentre outros, o eventro também contou com a presença de professores universitários, estudantes, cientista e representantes do Conselho Federal de Educação Física (CONFEF), e do Conselho Regional de Educação Física (CREF), que prontamente atenderam ao nosso pedido de expor  uma palestra sobre "A visão do Cref sobre a Capoeira.". Foi a primeira vez que eu me atrevi a mediar um debate e ainda mais muito polêmico porque nessa época se fala muito sobre o Congresso Unitário de Capoeira, se falava muito sobre esportivização da capoeira e sobre a profissionalização da capoeira. 


Momento do debate
Antes dessa palestra a quantidade de problemas que estavam ocorrendo, e a pressão que estava sofrendo sobre possíveis confrontos e hostilidades que tinha tudo para ter ocorrido mas o clima de tensão esse perdurou ate o momento final da palestra e quero aqui agradecer ao palestrante Ricardo Catunda que soube conduzir a palestra brilhantemente.
No dia seguinte foi totalmente dedicado às práticas onde tivemos aulas com professor Cleberson, Netinho (Capoeira Angola) e finalizando com o Mestre Irani, na parte da tarde tivemos aulas com o Professor Aranha, Rodrigo (Capoeira Angola) e finalizando com a aula do professor Piloto. Nesse dia tudo foi mais tranquilo.
Infelizmente o número de participantes foi bastante baixa, mas quem participou gostou muito segundo relatos da organização.  
Segue o vídeo da roda da manhã:











Pratique Capoeira